Seguidores

sábado, 6 de julho de 2013

FLOR DO CERRADO




Seu perfume suave espalhado no ar
Penetra em minhas narinas e me satisfaz,
E nas cores escolhidas a dedo pelo criador
Grito ao mundo enaltecido:
És meu amor, és minha flor.

Toca com teu sorriso minha alma
Fazendo meu coração arder no fogo da paixão,
E no calor de seus braços eu me aqueço
Nas noites frias de inverno,
Quando te amo com apreço.

Nossos desejos tomam forma
E nosso amor caminha em direção ao infinito
A cada gesto de carinho deflagrado
Ao qual sinto o mais puro sentimento
Exalando de minha bela flor do cerrado.

Amor assim parece até fantasia,
Mas é real, é como é,
Se misturando em minha poesia...

(POETA LEANDRUS DEDICADO A ADILAINE SCHEFFLER)


Um comentário:

  1. Nada melhor poderia me fazer tão feliz, meu belo e amável poeta do cerrado, meu amor lindo...te amooooo

    ResponderExcluir

comentários